• Voltar ao trabalho ou educação
  • Partilhar a recuperação
  • As suas questões respondidas

A esquizofrenia pode afectar a vida de uma pessoa. Voltar a trabalhar ou a estudar pode ser uma conquista muito importante na recuperação da confiança e satisfação pessoal1

O regresso ao trabalho ou aos estudos após um longo período de ausência pode ser assustador, mas se mantiver o tratamento prescrito pelo seu médico e a sua doença estiver controlada, poderá ter a oportunidade de voltar a fazer pequenas tarefas que lhe permitam ter um emprego ou estudar.

Se vive com esquizofrenia há algum tempo sabe o quão benéfico pode ser um pouco de ajuda para que inicie o caminho certo em direção à recuperação.

Se encontra ajuda regular num grupo de apoio ou num fórum online, porque não partilhar com outras pessoas o site esquizofrenia24x7 e as suas ferramentas? Aqui poderá consultar informação relevante para que as pessoas com esquizofrenia e as pessoas à sua volta possam monitorizar eficazmente o progresso da doença.

Não passei por uma recaída recentemente... preciso de continuar a tomar a minha medicação?

Para continuar a sentir-se bem é importante que continue a tomar a a sua medicação e não a interrompa. Interromper ou deixar de tomar a medicação é a causa mais comum de recaída33. Tomar a sua medicação, mesmo quando você se está a sentir bem, é uma parte muito importante do seu plano de prevenção de recaída.

Como posso usar a minha experiência com a doença para ajudar outras pessoas com esquizofrenia?

Partilhar as suas próprias experiências é uma ótima maneira de ajudar outras pessoas a compreender e lidar com a esquizofrenia. Se quiser ajudar especificamente dentro da sua área de residência fale com a sua equipa de saúde - eles poderão conhecer grupos de apoio locais que irão apreciar o seu envolvimento. Como alternativa, você pode oferecer o seu apoio a um grupo de apoio nacional. Consulte a secção de recursos úteis deste site para mais contactos.

Estou preocupado por poder ficar doente outra vez... o que devo fazer?

Fale com seu médico. Você poderá precisar de um outro medicamento, ou de uma dose diferente, de modo a obter um melhor controlo dos seus sintomas. Nem todos os medicamentos antipsicóticos são os mesmos, e você pode precisar de colaborar com o seu médico de modo a experimentar diferentes opções e encontrar o fármaco que melhor resulta consigo.